Hello Geeks, vamos falar sobre a série que está dando o que falar em todas as redes sociais e fazendo um grande sucesso na Netflix. 13 Reasons Why é uma série que aborda vários temas possíveis de se encontrar num ambiente escolar ou entre os jovens. Bullying, depressão, assédio sexual, abuso sexual, violência, violação de privacidade.

A série conta a história da jovem Hannah, que cometeu suicídio semanas antes do início do enredo. Como um último adeus, ela gravou 13 fitas, onde cada uma explicava o início de sua história até seu suicídio. Cada fita Hannah citava um “porquê”, uma pessoa que levou cada vez mais perto de seu suicídio.  Treze porquês, treze pessoas que supostamente mataram Hannah Baker, essas pessoas ouviriam as fitas e passariam a diante para o próximo “porquê”.

Cada episódio da série conta a história de um dos porquês. Quem está ouvindo as fitas durante o enredo é Clay. Que foi apaixonado por Hannah, e não entende porque seria um dos motivos que a levaram ao suicídio. Quando começa a escutar as fitas, a história de Hannah se torna mais clara a cada fita para Clay. Sua busca por respostas através dos “porquê”, faz com que sua vida passe a ser ameaçada.

13 Reasons Why é uma série derivada do livro do mesmo nome. Publicado no Brasil como “Os 13 porquês”, de autoria do escritor Jay Asher. A adaptação para as telas foi feita pela Netflix. Contou com a produção executiva de Selena Gomez e é acompanhada por Tom McCarty.

Essa transição para um ambiente cinematográfico, fez com que novos elementos fossem adicionados a história. Fazendo com que sua abordagem fosse mais direcionada e transmitindo diversos pontos de vista. Porém nunca esquecendo o tema principal da série.

A série possui elementos muito reais, que são encontrados diversas vezes em ambiente escolar e entre os jovens. Bullying, assédio, abuso, depressão e suicídio, esses temas são vivenciados pela protagonista Hannah. Onde depois de sua morte quer mostrar a todos que a levaram a tal ato saibam de sua história. Como os ações dos “porquês” afetaram a vida dela.

Hannah começa a série animada com as possibilidades, vemos uma personagem se perdendo aos poucos. Um vislumbre muito real de todos os problemas que ela passa a enfrentar.

A série alterna antes da morte de Hannah e depois, onde Clay está escutando as fitas. Para que haja um diferencial que tornasse evidenciado as mudanças de período, pequenos aspectos foram adicionados, como um machucado na testa do protagonista e a utilização de cores mais claras nos períodos de antes da morte de Hannah e tons mais neutros na sua pós-morte.

As cenas onde Hannah passa pelos “porquês” são fortes, e a cada fita a apreensão é maior. Os eventos que seguem a morte de Hannah são de grande proporção para a série. Porque vemos como as pessoas que escutaram as fitas estão lidando, as diferentes reações e como isso as afetou emocionalmente.

O bullying retratado na série aborda todas as suas dimensões, a violência, assédio e bullying cibernético. As consequências desses atos são devastadores para os que sofrem. O suicídio de Hannah fui uma consequência de agressões sofridas pela mesma. Agressões psicológicas são as mais evidentes logo no início da série. Ao longo da série vemos todos os personagens mudando, como: Hannah, Clay, Alex, Justin, Jessica, Tony, a mãe e o pai de Hannah. Personagem que você começa a descobrir suas histórias. Como o suicídio de Hannah afetou a vida deles e principalmente como a própria começou a se isolar ao decorrer das fitas.

A série também mostra a negligência que Hannah sofreu pela escola. Os sinais que ela transmite são tratados de forma insignificante. Enquanto isso a personagem vai se perde dentro de si. Os pais de Hannah são personagem de algumas cenas mais emocionantes. Como eles não chegariam a receber as fitas, a necessidade por respostas faz com que a família seja consumida por uma busca para entender o que Hannah estava passando.

A série possui uma trilha sonora incrível e algumas das músicas foram escolhidas pelo ator Dylan Minnete (interpreta Clay), uma música regravada de Selena Gomez e uma música lançamento da mesma.

13 Reasons Why transmite um importante significado, uma série que precisa ser vista dentre todas as pessoas independentes da idade. Abordando tantos temas que precisam ser discutidos em meio social e educacional, mostrando a gravidade que eles podem alcançar. Hannah Baker foi uma personagem que passou por tudo isso, isso a levou ao suicídio porque não houve ajuda nenhuma, porque os sinais que ela transmitiu foram tratados com indiferença pelos que conviviam com ela.

Uma série e um livro magníficos, necessários, tristes, com diversos temas reais, 13 Reasons Why é uma das melhores séries que já assisti na vida. Uma produção que chega a ser mais intensa do que o livro, atores incríveis, trilha sonora maravilhosa. Características fundamentais para a construção de uma série desse porte.

A segunda temporada não foi confirmada. Mas a produção da série, os atores e até mesmo o escritor concordam com a ideia de continuar com a série.

Facebook Comments

Heloisa Almeida

Tenho 17 anos, Alagoana de sangue quente. Passo a maior parte do meu dia lendo, sou uma leitora eclética e com gosto musical refinado ao estilo clássicos do Rock, sempre abrindo espaço para Indie, minha grande paixão. Tenho uma cachorra que dou mais prioridade do que minha própria vida pessoal, tenho melhores amigas que consider irmãs de outra mãe. Com sempre digo: "Estou seguindo o fluxo para onde a vida quiser me levar."

About The Author

Heloisa Almeida

Tenho 17 anos, Alagoana de sangue quente. Passo a maior parte do meu dia lendo, sou uma leitora eclética e com gosto musical refinado ao estilo clássicos do Rock, sempre abrindo espaço para Indie, minha grande paixão. Tenho uma cachorra que dou mais prioridade do que minha própria vida pessoal, tenho melhores amigas que consider irmãs de outra mãe. Com sempre digo: "Estou seguindo o fluxo para onde a vida quiser me levar."

Related Posts