Falar sobre diversidade, racismo, aceitação, feminismo nunca esteve tão em alta. E ao contrário do que alguns possam dizer, isso é de extrema importância para as minorias que foram por anos esquecidas, ou tidas em certas obras como “modelo a não ser seguido”. 

Graças a essa nova geração, essas mesmas minorias estão cansadas de serem silenciadas e cada vez mais estão apontando os erros que comentemos ao longo de anos no nosso meio. Tornando preconceitos extremamente enraizados na nossa cultura e oprimindo vidas. 

É por isso, que alguns artistas, em diversos meios tem abordado tais assuntos em seus trabalhos. Não só para informar, mas para mostrar que as pessoas podem ser o quiserem, e tá tudo bem! O que não se pode é achar que os seus preconceitos, aqueles que você aprendeu estão certos. Não devemos endossar tais comportamentos e a mídia tem divulgado e mudado aos poucos seu modus operandi. 

Como última parte desse especial incrível da Semana Girl Power, que tal conhecermos 3 quadrinhos que tratam sobre mulheres de culturas diferentes? 

 

Ms Marvel

msmarvel

Onde Comprar: Amazon

  

Kamala Khan veio para quebrar tabus. Não só por ser uma mulher não- branca, como o fato de ser Paquistanesa! Seguimos a adolescente em seus problemas de aceitação uma vez que para ela, ela não se encaixa nos padroes atuais de beleza. Enquanto isso, ela tem que lidar com a nova responsabilidade em ser uma super heroína. 

Sinopse: Kamala Khan é uma garota comum de New Jersey — até que subitamente ganha dons extraordinários. Mas quem é realmente a nova Miss Marvel? Adolescente? Muçulmana? Inumana? Saiba a resposta conforme ela toma de assalto o Universo Marvel! Ao descobrir os perigos associados aos seus recém-descobertos poderes, Kamala precisa lidar também com o segredo que existe por trás deles. Estará a mais nova heroína do pedaço pronta para utilizar seus imensos dons? Ou o peso do legado que tem a carregar será mais do que ela pode aguentar? Nem a própria Kamala sabe ao certo, mas New Jersey que se prepare, pois a Miss Marvel chegou para ficar! Escrito pela aclamada roteirista G. Willow Wilson (Air, Cairo), com desenhos do brilhante Adrian Alphona (Fugitivos)! Este volume reúne as edições 1 a 5 de Ms. Marvel e uma história retirada de All-New Marvel Now! Point One 1. 

 

Bordados

bordados 

Da autora Marjane Satrapi, aclamada pelo seu sucesso na hq “Persépolis”, aqui a autora aborda o dia a dia de mulheres iranianas com situações sobre vida, sexo, casamento e mesmo a política de um governo opressor. 

Sinopse: Os almoços de família na casa da avó de Marjane Satrapi, em Teerã, terminavam sempre com o mesmo ritual: enquanto os homens iam fazer a sesta, as mulheres lavavam a louça. Logo depois começava uma sessão cujo acesso só era permitido a elas – o “bordado”, tema deste que é o terceiro livro de Satrapi publicado pela Companhia das Letras. Os leitores de Persépolis reconhecerão aqui as marcas registradas da autora: o humor cortante, o traço simples em preto e branco, o feminismo mordaz, jamais patrulheiro. 
O “bordado” iraniano seria equivalente ao brasileiríssimo “tricô”, não fosse uma acepção bastante particular: a expressão designa também a cirurgia de reconstituição do hímen, uma decisão pragmática para as mulheres que não abrem mão de ter vida sexual antes do casamento mas sabem que precisam corresponder às expectativas das forças moralistas do país.  
O grupo que se reúne na casa da avó de Marjane, a mesma que conhecemos em Persépolis, é uma amostra de mulheres com moral e experiência bastante variadas, mas sempre às voltas com o machismo e a tradição, sobretudo depois da Revolução Islâmica (1979). Casamentos malfadados, virgindades roubadas, adultérios, frustrações, golpes e autoenganos, narrados com a ironia tão peculiar à autora, mostram que no Irã amar e desamar pode ser ainda mais complicado do que podemos supor. 

 

Aya De Yopougon 

ayaesse

Onde Comprar: Amazon

Quadrinho de estréia da autora Marguerite Abouet, ela narra uma Africa livre de clichês. Ela conta a história das amigas, Aya, Bintou e Adjoua, mostrando os típicos dilemas da nossa geração sobre, garotos, festas, e o futuro. 

Sinopse: Esta crônica do cotidiano na costa-marfinense no fim dos anos 70 é um pouco do que a própria autora Marguerite Abouet vivenciou, contado de uma maneira sensível e cheia de humor, retratado com incrível vivacidade pelos desenhos de Clément Oubrerie. A beleza de Aya está na sonoridade, nas cores africanas e nos sabores que saltam das páginas, como o aroma da sopa de amendoim (cuja receita, aliás, pode ser lida no “bônus marfinense” ao final do livro). Uma África desprovida de clichês, um retrato social sensível, uma história de amor e amizade.

SORTEIO EM PARCERIA COM A DARKSIDE BOOKS

A DarkSide Books apoiou a #SemanaGirlPower com o sorteio de dois kits com livros DarkLove – uma linha editorial voltada aos novos talentos femininos da literatura. Cada um dos kits contém 1 livro DarkLove + 1 DarkMagazine. Preencha o formulário abaixo e boa sorte.
a Rafflecopter giveaway

Semana Girl Power

Este post faz parte da #SemanaGirlPower realizada em parceria com blogs amigos com o intuito de apresentar trabalhos feitos por mulheres incríveis e dar visibilidade aos talentos femininos em mídias variadas em homenagem ao Dia da Mulher (8 de março).
Para conferir o que os outros participantes do projeto estão fazendo, visite os links:
Skull GeekPipoca MusicalEmbarcando na LeituraNight Phoenix Books

Facebook Comments

Keyla Kercya

Apaixonada por fantasia,terror e quadrinhos. Tem uma crush pelo Batman, Nightwing,Bluebird e Harley Quinn. Gótica assumida que ama Unicórnios!