Em homenagem a grandes escritoras que nós deram histórias com a capacidade de nos encantar, emocionar e ensinar, abrimos uma homenagem a autoras femininas negras. Que sofrem preconceito duplamente no âmbito da Literatura. Primeiro por serem mulheres tentando encontrar seu espaço em um lugar onde a predominância masculina é inegável. Segundo, pelo racismo que sofrem por serem negras. 

Pensando nisso, trouxemos essa semana 5 autoras negras, com suas obras mais reconhecidas, que eu pretendo ler seja ainda em 2017, ou nos próximos anos. Valorizando trabalhos excepcionais. 

 

Toni Morrison – Amada 

 tonimorrison

Toni Morrison é uma escritora, editora e professora estadunidense. Recebeu o Nobel de Literatura de 1993, por seus romances fortes e pungentes, que relatam as experiências de mulheres negras nos Estados Unidos durante os séculos XIX e XX. 

Amada, um dos livros mais conhecidos da autora ganhou o prêmio Pulitzer em 1988. Aclamado pela mídia, foi eleito pelo The New York Times  em 2006 como a obra de ficção mais importante dos últimos 25 anos nos EUA. 

 Sinopse: A história se passa nos anos posteriores ao fim da Guerra Civil, quando a escravidão havia sido abolida nos Estados Unidos. Sethe é uma ex-escrava que, após fugir com os filhos da fazenda em que era mantida cativa, foi refugiar-se na casa da sogra em Cincinatti. No caminho, ela dá à luz um bebê, a menina Denver, que vai acompanhá-la ao longo da história. 
Amada tem uma estrutura sinuosa, não-linear: viaja do presente ao passado, alterna pontos de vista, sonda cada uma das facetas que compõem esta história sombria e complexa. Considerado um clássico contemporâneo, faz um retrato a um tempo lírico e cruel da condição do negro no fim do século XIX nos Estados Unidos. 

amadalivro

Onde Comprar: Amazon

 

 

      Carolina Maria de Jesus – Quarto do Despejo 

 carolina

Carolina Maria de Jesus (1914-1977). Moradora da favela do Canindé, zona norte de São Paulo, ela trabalhava como catadora e registrava o cotidiano da comunidade em cadernos que encontrava no lixo. Ela é considerada uma das primeiras e mais importantes escritoras negras do Brasil. 

Nascida em Sacramento (MG), Carolina mudou-se para a capital paulista em 1947, momento em que surgiam as primeiras favelas na cidade. Apesar do pouco estudo, tendo cursado apenas as séries iniciais do primário, ela reunia em casa mais de 20 cadernos com testemunhos sobre o cotidiano da favela, um dos quais deu origem ao livro “Quarto de Despejo: Diário de uma Favelada”, publicado em 1960. Após o lançamento, seguiram-se três edições, com um total de 100 mil exemplares vendidos, tradução para 13 idiomas e vendas em mais de 40 países. 

Sinopse: No livro, Carolina Maria de Jesus, uma favelada, escreve um diário narrando o seu dia a dia nas comunidades pobres da cidade de São Paulo. Em sua narrativa, Carolina descreve a dor, o sofrimento, a fome e as angústias dos favelados. Seu texto é considerado um dos marcos da escrita feminina no Brasil. Quarto de Despejo foi traduzido para mais de treze idiomas. O diário descreve as vivências da autora no período de 1955 a 1960. 

 quartodedespejo

 

Ângela Davis – Mulheres, raça e classe

angeladavis 

Angela Davis nasceu em janeiro de 1944 em Birmingham, cidade do estado americano Alabama e um dos principais centros de conflitos raciais durante os anos 1960. Durante a mesma década, deu início a seu envolvimento com as principais lutas políticas do movimento negro e feminista da época. 

Ela estudou e se especializou em filosofia nas universidades Brandeis, nos Estados Unidos, Sorbonne, na França, e de Frankfurt, na Alemanha, período no qual foi aluna de Jean-Paul Sartre e Herbert Marcuse. 

De volta ao seu país se origem, ela foi acusada de ter comprado a arma utilizada em um sequestro de um juiz, o que a tornou uma das dez fugitivas mais procuradas pelo FBI. Davis, que afirma que a arma foi utilizada sem seu conhecimento, foi presa, despertando a campanha “Libertem Angela Davis”, que mobilizou ativistas e intelectuais do mundo inteiro. 

Dezoito meses depois, ela foi inocentada das acusações e, desde então, se tornou uma das principais vozes do feminismo negro. Um de seus principais livros, Mulheres, Raça e Classe, publicado nos Estados Unidos na década de 1980, acaba de ganhar uma edição brasileira pela editora Boitempo 

Sinopse: Mais importante obra de Angela Davis, Mulheres, raça e classe traça um poderoso panorama histórico e crítico das imbricações entre a luta anticapitalista, a luta feminista, a luta antirracista e a luta antiescravagista, passando pelos dilemas contemporâneos da mulher. O livro é considerado um clássico sobre a interseccionalidade de gênero, raça e classe.

mulheresraca

Onde Comprar: Amazon

 

Roxane Gay – Má feminista

roxane-gay 

Gay nasceu em Omaha, Nebraska, em uma família de ascendência haitiana.  Ela cursou o ensino médio na Phillips Exeter Academy em New Hampshire. 

Gay possui um doutorado em retórica e comunicação técnica da Universidade Tecnológica de Michigan. O título de sua dissertação foi: Subverter a posição do sujeito: em direção a um novo discurso sobre estudantes como escritores e estudantes de engenharia como comunicadores técnicos. 

Roxane se intitula como Má feminista e esclarece que não precisamos ser mulheres perfeitas, impondo padrões de comportamento para defendermos a igualdade de direitos para homens e mulheres. Em seu livro Má Feminista, um apanhado dos textos publicados da autora no The Guardian, e em outros sites. Ela promove um feminismo mais flexível. 

Sinopse: Nesta seleção de ensaios engraçados e perspicazes, Roxane Gay nos leva a uma viagem sobre sua própria evolução como mulher negra, ao mesmo tempo em que nos transporta a um passeio pela cultura nos últimos anos. 
 
O retrato que emerge não é apenas o de uma mulher incrivelmente sagaz em contínuo crescimento para compreender a si mesma e à nossa sociedade, mas também o espelho de nós mesmos. Gay fomenta um debate ácido e cômico sobre o feminismo atual ¿ e suas contradições ¿, política, racismo, violência, transitando entre a cultura pop e a análise crítica. 
 
Má feminista é um olhar afiado, e nos alerta, acima de tudo, para a maneira pela qual a cultura que nos envolve torna-nos quem somos.

ma-feminista

Onde Comprar: Amazon

  

 

Octavia E. Butler – Kindred 

octavia

Octavia Estelle Butler (Pasadena, 22 de Junho de 1947 — Lake Forest Park, 24 de Fevereiro de 2006), nascida nos Estados Unidos da América, foi uma escritora afro-americana, consagrada por seus livros de ficção científica feminista e por inserir a questão do preconceito e do racismo em suas histórias. Ganhadora de vários prêmios, entre eles os prestigiados Prémio Nebula e Prémio Hugo. 

Dentre seus diversos livros publicados um grande destaque vai para o livro Kindred, publicado em 1979, foi o primeiro livro de ficção científica escrito por uma mulher negra. 

Sinopse: Enquanto comemora seu 26º aniversário em 1976 na Califórnia, Dana, uma mulher negra moderna, é “transportada” abruptamente da Califórnia para um estado escravista dos EUA, no século XIX. Rufus, seu antepassado e filho de um fazendeiro branco, está se afogando e Dana o salva. Ela viaja repetidamente através do tempo para épocas da escravidão que cada vez se tornam mais perigosa. 

kindred

Onde Comprar: Amazon

Se você já leu algum desses livros ou quer indicar alguma leitura, não esquece de comentar aqui! Beijos e até a próxima!

 

SORTEIO EM PARCERIA COM A DARKSIDE BOOKS

A DarkSide Books apoiou a #SemanaGirlPower com o sorteio de dois kits com livros DarkLove – uma linha editorial voltada aos novos talentos femininos da literatura. Cada um dos kits contém 1 livro DarkLove + 1 DarkMagazine. Preencha o formulário abaixo e boa sorte.
a Rafflecopter giveaway

Semana Girl Power

Este post faz parte da #SemanaGirlPower realizada em parceria com blogs amigos com o intuito de apresentar trabalhos feitos por mulheres incríveis e dar visibilidade aos talentos femininos em mídias variadas em homenagem ao Dia da Mulher (8 de março).
Para conferir o que os outros participantes do projeto estão fazendo, visite os links:
Skull GeekPipoca MusicalEmbarcando na LeituraNight Phoenix Books

Facebook Comments

Keyla Kercya

Apaixonada por fantasia,terror e quadrinhos. Tem uma crush pelo Batman, Nightwing,Bluebird e Harley Quinn. Gótica assumida que ama Unicórnios!