Já começo dizendo que essa graphic novel já entrou pra lista de favoritos de 2016. O Muro foi lançado no Brasil em 2015, pela editora Nemo. E de lá para cá só vem ganhado críticas positivas e não é por menos, o enredo visceral e dilacerante criado por Fraipont e a arte em preto e branco por Bailly são um show a parte que tornam essa graphic uma das melhores que já li.

Amadurecer, ser adolescente, crescer são fases complicadas na vida de cada um de nós. Dependendo do que acontece ao nosso redor podemos passar por essa fase bem ou mal. É durante a adolescência que formamos parte do nosso caráter e de como seremos quando adultos.

Rose, a protagonista de O Muro nos mostra como “sobreviver” a uma adolescência marcada pelo abandono da mãe e pela negligencia do pai. Adentramos na mente de Rose, e conseguimos sentir e ser parte dela.

Rose acaba ficando cada vez isolada dos amigos. Um de seus maiores passatempos é ficar afogando suas mágoas em cima de um muro enquanto bebe uísque ou fuma. Lá, durante um dia ela conhece um rapaz chamado Jô. Jô que em parte é um solitário dá uma pequena luz aos dias escuros de Rose, e assim, Rose continua sobrevivendo.

Não quero entrar em detalhes nem estragar a surpresa do final, mas essa HQ ainda vem regada a um punk rock dos anos 80, com referencias a bandas como The Cure e Minor Threat. Tudo isso, aliado a arte em nanquim, dão um charme a mais e tornam o enredo mais real e doloroso.

Uma das coisas que mais gostei foi à delicadeza que a Fraipont colocou no final. Ela não precisou exagerar chocar ou fazer vários plot twists. Pra mim foi algo mais palpável, real. E o último quadrinho torna tudo isso ainda mais perfeito.

Então, fica aqui mais uma dica de uma HQ maravilhosa lançada pela editora Nemo. Além de uma arte belíssima você ainda vai ter a garantia de ler algo de qualidade e tocante. Recomendadíssima.

Onde Comprar : Submarino  | Amazon

O Muro Book Cover O Muro
Fraipont & Bailly
Drama
Editora Nemo
2015
192

O Muro' é uma história poética, forte e pungente, desfiada por um desenho frio como o toque de um bisturi, que arrasta o leitor pelos caminhos obscuros de uma adolescência problemática ao som do punk rock. Estamos em 1988. Numa monótona cidadezinha do interior belga, Rosie, uma menina de 13 anos, se vê entregue à própria sorte: sua mãe fugiu com outro homem numa aventura amorosa, e seu pai vive mergulhado no trabalho. Roída por uma rotina morna e vazia, Rosie fica completamente desorientada. Assiste, impotente, à transformação de sua personalidade, ora apavorada, ora determinada, diante da melancolia que a invade e traça os contornos de sua nova vida.

Facebook Comments

Keyla Kercya

Apaixonada por fantasia,terror e quadrinhos. Tem uma crush pelo Batman, Nightwing,Bluebird e Harley Quinn. Gótica assumida que ama Unicórnios!

About The Author

Keyla Kercya

Apaixonada por fantasia,terror e quadrinhos. Tem uma crush pelo Batman, Nightwing,Bluebird e Harley Quinn. Gótica assumida que ama Unicórnios!

Related Posts