“Eu o amei e odiei intensamente; eu o abracei, eu o confortei e briguei com ele, eu o perdi e chorei por ele. Com tudo isso na cabeça, como poderei enfrentar a situação?” 

Hello Geeks, a resenha da vez é um livro muito especial cedido por uma das nossas editoras parceiras Arqueiro. Meus dias com você da autora Clare Swatman é um romance emocionante que promete o surgimento de intensos sentimentos.

A história se passa em 29 de junho de 2013, o dia em Zoe recebe a notícia do grave acidente sofrido pelo seu marido Ed, o levando a óbito. A partir daí, ela passa meses devastada em seu apartamento. Em uma noite num ataque de fúria, enquanto ela arrancava as plantas do jardim de Ed, tropeça e caí batendo a cabeça em um vaso. Logo em seguida ela acorda no dia 18 de setembro de 1993, no dia em que conheceu Ed pela primeira vez. Sendo também o dia em que sairia da casa de seus pais para ir à faculdade.

“(…) seguindo em frente com sua vida, sem saber do amor, da felicidade e do sofrimento que seu futuro trará.” 

Zoe não entende o significado do que está acontecendo se realmente está em 1993 ou se ela está alucinando, que importa para ela é mudar os eventos que fizeram com que seu casamento ficasse tão devastado antes de Ed morrer e assim talvez salvá-lo.

Esse livro é muito bem escrito, fiquei surpreendida quando soube que era o primeiro livro da autora. O enredo me encantou por completo. Logo de início temos um personagem morto e uma personagem que o amava. Em seguida, passamos a conhecer o que eles foram um para outro e diante disso se inicia toda a história. Começamos sabendo o “fim” de certa forma, e passamos a conhecer o início deles. Sua trajetória, seus conflitos e seus sentimentos.

Todos os dias que Zoe vivencia são dias marcantes para o relacionamento dela com Ed, mesmo que sejam de meses de diferença. A cada passo, entendemos mais como o romance deles começou e nos apaixonamos por eles.

“Parece que estou flutuando fora do corpo. Ed está aqui, ele é meu, e algo dentro de mim explode de felicidade.”

Zoe é uma protagonista que está deprimida pela morte do marido. Quando ela passa á reviver esses dias com ele, sua saudade fica evidente para o leitor. As emoções que Zoe está sentindo são transmitidas. Surgindo assim aquela dorzinha a cada conflito que esse casal vivencia, e são muitos. Zoe é muito forte, mesmo que conhecemos um aspecto diferente no início do livro, ao decorrer da leitura vemos uma personagem muito focada em seus objetivos de vida. Mesmo sua vontade de mudar seus momentos mais tristes por lembranças felizes, mostra a força que ela demonstra nessas cenas, ao enfrentar sua tristeza para salvar Ed.

“Sei que todos dizem que o tempo cura, mas não sei se quero que isso aconteça.”

Ed é personagem que demoramos um pouco para entender, visualizando pelo ponto de vista de Zoe. Ele sempre foi gentil, apaixonado e aventureiro. Sua conexão com Zoe é repentina, mas seu relacionamento é construído aos poucos, tendo muito chão pela frente. Em vários momentos do livro, se percebe a doçura com que ele via Zoe, seu amor por ela.

“Edward, eu amo você mais do que qualquer coisa no mundo. Você é a minha calmaria em meio ao caos.”

Uma das coisas que mais amei nesse livro é que eles não eram um casal perfeito, que vivem em um mundo de rosas eterno. Eles sofrem, eles se reconciliam, eles choram e eles brigam. Todo o real de um relacionamento, e nem por isso os sentimentos que eles possuem em relação um ao outro muda.

“Sempre vou desejar a chance de mudar algumas coisas, mas não posso. Então tentarei carregar comigo os momentos felizes e esquecer os ruins.”

Enquanto Zoe passa por tudo isso, ela começa a perceber todas as pessoas que estão presentes na sua vida, que são tão importantes para ela e que em algum momento da história dela foram ficando de lado. Pessoas que ficaram ao lado dela enquanto ela passava pelo luto. Que ela nem sabia o quanto sentia saudades deles até aquele momento.

Jane sua melhor amiga que está sempre presente para ela. Que a apoio em vários momentos da sua vida. Sua irmã Becky, que torcia pela felicidade de Zoe mais que tudo. Sua mãe e pai que são personagens muito fofos. A mãe de Ed que se mostra uma personagem muito forte e determinada ao decorrer da história.

O livro é cheio de momentos emocionantes, aonde vai se mostrar impossível segurar as lágrimas. Ter o livro sobre o ponto de vista da Zoe, faz que cada momento deles se torne especial, principalmente pela descrição do que ela está sentindo naquele momento.

Uma história maravilhosa, uma autora que estreia em grande estilo, personagens emocionantes, uma história de amor mágica, um acidente terrível, uma perda. Tudo isso compondo esse romance encantador e um drama de desequilibrar um leitor.

*Livro cedido pela editora em parceria*

Onde Comprar: Amazon / Submarino / Saraiva.

Meus Dias Com Você Book Cover Meus Dias Com Você
Clare Swatman
Romance, Drama e Ficção
Editora Arqueiro
2017
288

Quando o marido de Zoe morre, o mundo dela desaba. Mas e se fosse possível tê-lo de volta?

Numa fatídica manhã, Ed e Zoe têm uma discussão terrível, algo recorrente no seu casamento em crise, e ela acaba se despedindo de forma brusca quando ele sai para o trabalho.

Pouco tempo depois, um ônibus acerta a bicicleta de Ed, matando-o e deixando Zoe arrasada por não ter lhe dito quanto o amava. Se tivessem ficado mais um pouco juntos aquela manhã, ele ainda estaria vivo? Será que poderiam ter reconstruído o amor que os unira?

Após dois meses, Zoe ainda não conseguiu se conformar. De luto, decide cuidar do jardim do marido, quando acaba caindo e desmaiando. Então, algo estranho acontece: ao acordar, ela está em 1993, no dia em que conheceu Ed na faculdade.

A partir desse instante, Zoe passa a reviver momentos cruciais de sua vida e percebe que talvez tenha conseguido uma segunda chance: uma oportunidade de fazer tudo diferente, de focar naquilo que realmente importa, de mudar os rumos do relacionamento – e, quem sabe, o destino de seu grande amor.

Facebook Comments

Heloisa Almeida

Tenho 17 anos, Alagoana de sangue quente. Passo a maior parte do meu dia lendo, sou uma leitora eclética e com gosto musical refinado ao estilo clássicos do Rock, sempre abrindo espaço para Indie, minha grande paixão. Tenho uma cachorra que dou mais prioridade do que minha própria vida pessoal, tenho melhores amigas que consider irmãs de outra mãe. Com sempre digo: "Estou seguindo o fluxo para onde a vida quiser me levar."

About The Author

Heloisa Almeida

Tenho 17 anos, Alagoana de sangue quente. Passo a maior parte do meu dia lendo, sou uma leitora eclética e com gosto musical refinado ao estilo clássicos do Rock, sempre abrindo espaço para Indie, minha grande paixão. Tenho uma cachorra que dou mais prioridade do que minha própria vida pessoal, tenho melhores amigas que consider irmãs de outra mãe. Com sempre digo: "Estou seguindo o fluxo para onde a vida quiser me levar."

Related Posts