Um dos enredos mais simples e bem feito já visto tem como personagem principal para essa envolvente estória Don, tão bonito quanto Gregory Peck, um cientista que beira aos quarenta. Seu comportamento é semelhante ao de um portador da síndrome de Asperger, sua maneira simples e prática de viver não deixa que nada seja desperdiçado de comida á roupas que ele usa desde sua época de faculdade, sua obsessão por lutas marciais, isso o livrou de muita surra no colégio.

“Sentir! Sentir, sentir, sentir! Os sentimentos estavam atrapalhando a minha sensação de bem-estar.”

Quando percebe que não consegue encontrar uma esposa adequada para seus padrões, decide buscar uma através de um projeto que classificaria uma esposa ideal para seus conceitos. Mulheres que se atrasam estão fora da lista, se não souber fritar um ovo, não deve nem se candidatar. Mas esse tipo de projeto precisa de tempo e com Rosie Jarman precisando da ajuda de Don, é o que não tem no momento.

Um livro engraçado se destaca principalmente pelas atitudes metódicas e exageradas que surgem. Confesso que o comportamento do Don é o que deixa a estória tão divertida, mas não podemos desmerecer Rosie, Gene e Claudia, outros grandes personagens que se mostram de grande importância para o desenvolvimento.

“Ali identifiquei o Problema Número Um. Minhas emoções não estavam alinhadas com a lógica. Eu me sentia relutante em ir atrás daquela oportunidade.”

Rosie busca o pai biológico e Don pode conseguir isso usando sua área de estudos- a genética-. Rosie é vegetariana, bargirl e fumante e uma ruiva natural e falsificada ao mesmo tempo, seu maneira de agir perto de Don, faz com que simpatizássemos com ela.

“— É só um amigo — disse Rosie.
Se ela soubesse quantos amigos eu tenho, talvez tivesse se dado conta do grande elogio que havia me feito.”

Gene é o melhor amigo de Don, marido infiel de Claudia e a fonte de maior irritação. Apesar do ponto de vista ser totalmente de Don, mesmo que ele se mostre ser o menos perceptível em relação a sentimentos é o primeiro a tentar ajudar o amigo que apenas estraga seu casamento sem perceber.

“Se você realmente ama uma pessoa, deve estar preparado para aceitá-la como ela é. Você pode até esperar que um dia ela acorde e faça aquelas mudanças, mas pelos próprios motivos dela.”

Um personagem pouco visto e muito citado na estória é o pai de Rosie ou como ela intitula pai adotivo, um homem que de certa forma atrai a simpatia do leitor.

“Só estou pedindo que fique aberto a coisas diferentes. Deixe eu lhe mostrar meu mundo durante dois dias.”

Gostaria de avisar que todos os personagens são de personalidades totalmente diferentes e isso só ajuda com a leitura, todos os personagens passam por situações tristes e constrangedoras, mas ninguém supera nosso principal que tem as melhores e mais hilárias cenas descritas.

“Pesquisas mostram que a criatividade aumenta quando se está executando tarefas absolutamente mecânicas, como correr, cozinhar e dirigir. Tempo desimpedido para pensar é sempre útil.”

Veja que todos podem recriar a dança produzida no filme Graese, que mesmo que pareça que não, se pode viver com o básico evitando um desperdício desnecessário e  não existe a esposa ideal.

 

O Projeto Rosie Book Cover O Projeto Rosie
Greame Simsion
Romance, Comédia
Galera
2013
320

Para se ter a vida de Don Tillman, não é preciso muito esforço. Às terças-feiras come-se lagosta com salada de wasabi (seguindo um roteiro com refeições padronizadas que evitam o desperdício de ingredientes e de tempo no preparo); todos os compromissos são executados de acordo com o cronograma – alguns minutos reservados para a prática do aikido e do caratê antes de dormir; uma hora para limpar o banheiro; três dias da semana reservados para suas idas à feira – e se, apesar dessa programação, algum desagradável contratempo surgir em sua rotina, não há nada que não possa ser solucionado com meia hora de pesquisa científica.

Exceto as mulheres.

Até o momento, a única coisa não esclarecida pelos estudos no campo de atuação de Don, a genética, é o motivo para sua incapacidade de arrumar uma esposa. Uma namorada ao menos? Ou até mesmo uma amiga para somar ao seleto grupo de amigos de Don, formado por Gene, também professor na universidade, e a mulher dele, Claudia, psicóloga e esposa muito compreensiva.

Para solucionar esse problema do modo mais eficaz, Don desenvolve o Projeto Esposa, um questionário meticuloso que irá ajudá-lo a filtrar candidatas inadequadas a seu estilo de vida: fumantes JAMAIS, e mulheres que se atrasam por mais de cinco minutos ou que usam muita maquiagem estão fora dos critérios pouco flexíveis que o levarão à mulher ideal.

O único problema é que um questionário desse tipo exige tempo e dedicação, duas coisas que começaram a diminuir exponencialmente no cotidiano de Don desde que ele conheceu Rosie: fumante, vegetariana e incapaz de chegar na hora marcada. Ou esse era o único problema até Rosie entrar na vida de Don e – despretensiosamente, uma vez que ela nunca se candidatou ao Projeto Esposa – mostrá-lo que a mulher ideal não existe, mas o amor,sim.

Facebook Comments

Heloisa Almeida

Tenho 17 anos, Alagoana de sangue quente. Passo a maior parte do meu dia lendo, sou uma leitora eclética e com gosto musical refinado ao estilo clássicos do Rock, sempre abrindo espaço para Indie, minha grande paixão. Tenho uma cachorra que dou mais prioridade do que minha própria vida pessoal, tenho melhores amigas que consider irmãs de outra mãe. Com sempre digo: "Estou seguindo o fluxo para onde a vida quiser me levar."

About The Author

Heloisa Almeida

Tenho 17 anos, Alagoana de sangue quente. Passo a maior parte do meu dia lendo, sou uma leitora eclética e com gosto musical refinado ao estilo clássicos do Rock, sempre abrindo espaço para Indie, minha grande paixão. Tenho uma cachorra que dou mais prioridade do que minha própria vida pessoal, tenho melhores amigas que consider irmãs de outra mãe. Com sempre digo: "Estou seguindo o fluxo para onde a vida quiser me levar."

Related Posts