A última faixa luminescente, o último resquício de luz no horizonte se esvai rapidamente, deixando tudo apagado, sem brilho, sem vida. Naquela terra estranha, pouco hospitaleira e terrivelmente fria, a população se prepara para mais um ano, para mais um período de trinta dias de noite, quando a cortina de neve cerca a cidade e nada além do suspeito e do macabro acontece. A temporada de caça começou.

“É assim que deveria ser: humanos são garrafas esperando para serem abertas.”

Trecho da HQ (Darkside Books)

30 Dias de Noite, uma história em quadrinhos roteirizada por Steve Niles (Criminal Macabre, Simon Dark, Mystery Society e Batman: County Line) e ilustrada por Ben Templesmith (The Squidder; Wormwood, Gentleman Corpse Omnibus e Gotham by Midnight) retorna às prateleiras brasileiras, agora pelas mãos da Darkside Books, em seu selo Darkside Graphic Novel, e em volume único, reunindo as três partes de um épico de terror majestoso.

Em 30 Dias de Noite, o leitor conhecerá a pacata e inóspita cidadezinha de Barrow, no norte do Alasca. Diferente das outras cidades no inverno, Barrow, devido a sua localização, fica por 30 dias sem ver o sol nascer, imersa em completa e gelada escuridão. É justamente por sua natureza atípica que a cidade se torna palco de grandes acontecimentos e oportunidades.

Logo nas primeiras páginas conhecemos alguns protagonistas, tais como o casal Eben e Stella, xerife e policial, respectivamente. Enquanto se preparam para o período de escuridão, figuras estranhas começam a rondar Barrow, seguido de acontecimentos macabros: um grupo de vampiros decidiu fazer da cidade o seu restaurante fast food.

Diferentemente da maioria das obras que retratam figuras vampirescas, 30 Dias de Noite é uma obra que brilha e se destaca ao entregar um conteúdo devotado à mitologia tradicional, dando o protagonismo às criaturas notavelmente sanguinárias, violentas e assustadoras, um reflexo da bestialidade, do horror e do mal extraído da alma humana. Tem-se aqui um verdadeiro tributo à criatura sobrenatural imortalizada por Bram Stoker.

A história segue por rios de sangue, em ritmo desenfreado e que ruma a todo o momento para a hecatombe de Barrow. Corpos são encontrados desmembrados ao cão; fogo consome lentamente as gélidas construções e sombras semimortas vagam em êxtase e contínua fome pelos corredores de uma cidade em extinção. Por semanas a fio, o playground para vampiros.

Marlow, Vicente e Lilith são os principais nomes entre a legião de vampiros que passam pelas três partes da HQ. Neste ponto é interessante observar a estrutura de poder, a hierarquia e a política estabelecida pelas criaturas e desenvolvida por Steve Niles, o roteirista. Ao longo das páginas podemos assimilar a influência delas em nossa sociedade, bem como o que pode ser tido como mito e o que pode ser comprovado, baseado em suas interações. De todo o modo, uma coisa é inegável: você não gostaria de encontrar um dos vampiros de Niles e Templesmith sozinho, à noite.

“O que é mais patético: a minha tentativa de salvar pessoas ou vocês se alimentarem delas para tentarem manter os seus corpos podres vivos por mais um dia?”

Trecho da HQ

A arte de Templesmith é um ponto que pode agradar ou não os leitores. Os traços são na maioria das vezes simples e grosseiros, como se o próprio ilustrador estivesse protagonizando a história, fugindo de seus caçadores. São borrões nas cenas de violência e morte, dignas simulações do ato de ser golpeado, atingido fatalmente. Os traços ganham foco nos momentos de maior contemplação e nas cenas mais iluminadas. Embora a ideia case perfeitamente com a atmosfera fria e sanguinolenta da HQ, os traços podem confundir o leitor.

Em resumo, 30 Dias de Noite é um resgate da literatura de horror e terror vampiresca, um tributo aos fãs do gênero e uma leitura assustadoramente agradável para acompanhar nas noites frias e silenciosas, quando a imersão é aprofundada pelo instinto de que talvez o sobrenatural esteja mais próximo de nós do que imaginamos.

30 Dias de Noite Book Cover 30 Dias de Noite
Steve Niles & Ben Templesmith
HQ - Terror
Darkside Books
out. 2019
Físico
368

Uma vez ao ano, em uma pequena cidade isolada chamada Barrow, no extremo norte do Alasca, nos Estados Unidos, o sol se põe e não nasce por trinta dias seguidos. Entre as esquinas macabras, becos escuros e uma espessa cortina de neve, criaturas milenares aproveitam os trinta dias de noite para atacar os moradores da cidade sem medo e reprimir sua insaciável sede de sangue.

Esses vampiros não são bonitos ou sensíveis. São brutais, desprezíveis, cruéis ― animais que caçam e matam sem escrúpulos. Barrow é a cidade perfeita.

Assim como na graphic novel Wytches, de Jock e Snyder, Steve Niles e Bem Templesmith criam uma releitura moderna de uma figura icônica na cultura pop e faz seus personagens ficarem a um passo do abismo na luta pela sobrevivência em uma cidade fria, escura, isolada e favorável a predadores impiedosos. Entre elaboradas cenas de ação brilhantemente retratadas na arte cheia de camadas e referências de Ben Templesmith, Niles constrói relações humanas intensas e poderosas em meio à um verdadeiro banquente sangrento. Diante da morte inevitável, muito se revela.

30 Dias de Noite foi publicada originalmente em 2002 no formato de minissérie pela idw e ganhou a atenção do público, chegando inclusive a ganhar uma respeitosa adaptação para os cinemas em 2007 por David Slade (um dos produtores executivos e diretores de Hannibal e Deuses Americanos). E, para comemorar o aniversário de quinze anos, a história fundamental sobre o ataque que os vampiros fizeram à cidade de Barrow ― 30 Dias de Noite, Retorno a Barrow e Dias Sombrios ― ganhou uma edição definitiva em volume único, repleta de materiais especiais.

A edição comemorativa de um quadrinho que se tornou um marco do terror moderno, publicada nos eua em 2017, encontra a casa certa no selo DarkSide® Graphic Novel da DarkSide® Books. Uma expansão do universo sombrio e fantástico da editora, que vai desde clássicos desenterrados ao terror mais casca grossa, a DarkSide® Graphic Novel apresenta seus títulos com tratamento especial, de fã pra fã. Capa dura à prova de mordidas e uma qualidade de impressão que confundiria até mesmo um vampiro mais atento. Prepare-se para enfrentar trinta dias de noite quando o seu quadrinho chegar.

Facebook Comments

Dhiego Morais

Paulistano de nascimento, praiano por consequência. Nerd inveterado, descobriu desde pequeno o conforto dos livros e a habilidade de imergir em seus mundos. De romances a mangás, de literatura fantástica a não ficção, aprendeu com o tempo que basta um cantinho e uma boa história para ser feliz. Fã de Stephen King, de ir ao cinema e comer em um bom restaurante. Não necessariamente nessa ordem.

About The Author

Dhiego Morais

Paulistano de nascimento, praiano por consequência. Nerd inveterado, descobriu desde pequeno o conforto dos livros e a habilidade de imergir em seus mundos. De romances a mangás, de literatura fantástica a não ficção, aprendeu com o tempo que basta um cantinho e uma boa história para ser feliz. Fã de Stephen King, de ir ao cinema e comer em um bom restaurante. Não necessariamente nessa ordem.

Related Posts